Crítica da Obra Fragmentos 414 - "A Colmeia de Abelhas"por Oscar D'Ambrosio

A “Colmeia das Abelhas”, de Marta Monteiro, apresenta esse universo de uma maneira diferenciada, pois surgem 12 campos, cada um com as suas características próprias. Existe ali um mundo geométrico que é regido por gramáticas próprias. Saber lidar com as escolhas que envolvem o caminho plástico a seguir revelam como existe um ilimitado potencial a e ser explorado por cada artista visual. Seja nas retas, curvas, retângulos e outras figuras geométricas, que compõem grades e outras imagens que se alimentam das mais variadas referências visuais, distintas de acordo com o repertório visual de quem observa. O conjunto apresenta e desnuda diferenças e semelhanças. A imagem traz uma reflexão importante sob de como o diálogo entre distintas formas e cores sobre um mesmo fundo enriquece o criador plástico a buscar cada vez mais caminhos novos.

Fragmentos 414 - Colagem e gel pen sobre papel


2 visualizações0 comentário